O Projeto

O projeto Cartografia Negra surge para pensar, revisitar, conhecer e ressignificar alguns territórios negros históricos em São Paulo. Lugares de resistência ou espaços que foram utilizados para venda, tortura ou execuções de pessoas escravizadas e que hoje têm nomes e significados que apagam essas histórias – muitas vezes inclusive as contradizem.

Somos um coletivo de jovens pesquisadorxs que busca estimular a conscientização da população paulistana, em primeiro lugar, sobre a memória da cidade em que vivemos. Atualmente, 63 jovens negros são mortos por dia no Brasil, de acordo com dados da CPI do Senado sobre o Assassinato de Jovens, divulgado em junho de 2016. O genocídio da população negra acontece tanto fisicamente quanto pelo apagamento de sua história – é isso também que queremos evidenciar, como importantes referências já fizeram, entre eles Casé Angatu e Abdias Nascimento.

Anúncios